Prefeitura está de prontidão para possíveis manchas de óleo em Porto Seguro

759

A Prefeitura de Porto Seguro está em total estado de alerta e preparada de todas as maneiras possíveis para minimizar os efeitos de possíveis manchas de óleo nas praias do município. As providências tomadas pelo poder público municipal diante do risco foram apresentadas na manhã dessa quinta-feira, 31/10, no gabinete da prefeita, durante reunião com a presença de representantes de diversas secretarias, órgãos ambientais estaduais e federais e representantes de ONG´s.

Tanto a prefeitura quanto os órgãos ambientais estão monitorando diuturnamente as praias para entrar em ação em caso de presença do óleo. “Nesta quinta-feira, constatamos pequenas manchas em algumas das nossas praias. Esse material foi recolhido por voluntários, deixando nossas praias prontamente limpas novamente. Servidores da prefeitura se deslocaram rapidamente para os locais atingidos e recolheram todo o material para análise dos órgãos competentes”, relata a prefeita Cláudia Oliveira, assegurando que não há motivo para pânico.

“O mais importante é que a prefeitura está se antecipando, adquirindo equipamentos necessários e preparando seu quadro de pessoal e de voluntários para resolver a questão com a maior rapidez e o mínimo de impactos negativos para o meio ambiente e a atividade turística em nosso destino”, completa a gestora, afirmando que o Comitê Gestor de Crise tem respondido com agilidade às tratativas para a preservação das nossas praias.

O poder público municipal está municiada de estoque interno e a mobilização de fornecedores para a eventual necessidade de compra de mais EPIs (Equipamento de Proteção Individual), utilizados na remoção do material das praias. Também está em curso um cadastro com mais de 500 voluntários, além do quadro fixo de servidores municipais, para atuar na limpeza. A Secretaria de Meio Ambiente está disponibilizando uma lancha para atividades de mergulho em áreas de risco, em parceria com a UFSB. Nove navios da Marinha e cinco helicópteros estão fazendo o monitoramento das praias, de Belmonte até Mucuri.

A Secretaria Municipal de Saúde também já está em contato com o Ministério da Saúde, obtendo informações e orientando médicos e demais profissionais da rede pública local para o atendimento a eventuais casos de contato com a substância. Será produzido ainda material informativo com orientações para a população. “Se aparecerem outras manchas de óleo, a gestão municipal está pronta para agir a qualquer momento juntamente com a Marinha e demais órgãos ambientais”, assegura o secretário do Meio Ambiente, Samuel Reis.

A reunião contou com a presença da coordenadora regional do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) no Extremo Sul, Patrícia Neves; do chefe de Gabinete da Prefeitura, Josemar Siquara (representando a prefeita que estava em viagem); dos secretários de Serviços Públicos, Fábio Costa; Meio Ambiente, Samuel Reis; Comunicação, Cezar Aguiar; além de representantes da Secretaria de Saúde, Secretaria de Agricultura, Procuradoria Jurídica do Município, Departamento de Compras e de órgãos ambientais, como Ibama, ICMBio e entidades como UFSB, Coral Vivo, Pat Ecosmar e Sociedade Amigos de Arraial.

Ascom – Prefeitura de Porto Seguro