Semana de luta contra a AIDS é contemplada com Seminário

16

“Seminário de Prevenção Combinada com Arte, Educação e Cidadania” é o tema do evento, em Porto Seguro, que teve abertura oficial na tarde desta quarta-feira, 28/11, no Centro de Cultura, com adesão de grande público, das mais diversificadas esferas da sociedade civil, contou com presença massiva de estudantes de importantes instituições de ensino.

O evento,  que segue nesta quinta-feira, 29, às 14h,  é promovido pela Prefeitura de Porto Seguro, em parceria com OSC Baianarte, em comemoração aos 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a AIDS, instituído pela ONU, que definiu 1º de dezembro como a data de engajamento em prol dos portadores da doença, ressaltando as batalhas e conquistas obtidas nestas 3 décadas.

O secretário de saúde, Kerrys Ruas, representando a prefeita Cláudia Oliveira, recebeu à mesa diretiva composta pela diretora DST/AIDS/HEPATITES, Beatriz Duarte, o diretor do Baianarte, Thiago Maciel, a presidente do conselho municipal de saúde, Jeane Medeiros e a técnica da SESAB, Jamile Cotias.

Para o secretário de saúde, Kerrys Ruas, “Porto Seguro está de parabéns por proporcionar esta brilhante rede de cooperação e cuidado preventivo, através da realização do relevante seminário, principalmente porque nosso município é referência, na Bahia, por meio do departamento DST/AIDS e Hepatites Virais, na assistência aos pacientes de HIV/AIDS, residentes no município, e em  outras cidades. Agradeço todo empenho do SAE Ed Aquino – Serviço de Atendimento Especializado em HIV/AIDS e Hepatites Virais, na pessoa da diretora Beatriz Duarte, como também a parceria com a ONG Baianarte, através do diretor o Thiago Maciel”, confirma.

Atividades  

Os participantes foram recebidos no auditório principal com apresentações percussivas  do Projeto Encantarte,  de Itabuna, liderado pela banda Negras Perfumadas, que empolgou a plateia. Na sequência, foram iniciadas as apresentações da Cia de Arte Ed Aquino, com o Festival de Paródias, destacando-se pelo trabalho de inclusão mobilizadora dos estudantes, com base em letras que enfatizam o sexo seguro, através do uso da camisinha.

Depoimento

A programação seguiu com atuação cênica do Drº Camisinha, presidente da rede nacional de pessoas com AIDS. Ao usar elementos do teatro para abordar o uso necessário do preservativo, como mecanismo principal para evitar a  infecção de doenças sexualmente transmissíveis, o palestrante, de Uberlândia, relatou ser portador do HIV há 18 anos. O testemunho comovente, detalhado pela existência do preconceito que ainda existe na sociedade, reforçou a prevenção como prioridade.

“Vivo a luta de cada dia para manter-me com saúde. Hoje, com o avanço da medicina, eu tomo 2 comprimidos diariamente, mas recebo ainda 1000 gestos de preconceito. O meu pecado foi fazer sexo sem preservativo, que a minha história sirva para vocês meditarem. Eu tinha 27 anos quando descobri a doença, muitas coisas foram interrompidas, mas eu estou aqui sobrevivendo. O que me interessa é dizer a vocês: não façam nada que comprometa sua saúde, usem camisinha em todas as relações”, alerta.

 Secretaria Municipal de Saúde

Ascom – Prefeitura de Porto Seguro